Filme anime de Kimetsu no Yaiba recuperou a indústria do cinema japonês

Kimetsu No Yaiba

filme anime Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha Hen (Kimetsu no Yaiba: Infinity Train), baseado no arco “Demon Train Arc” do mangá de Kimetsu no Yaiba, bateu recordes de bilheteria em sua estreia, dando um grande impulso à indústria do cinema do Japão, que no momento, busca se recuperar do impacto da pandemia do coronavírus.

O filme do estúdio Ufotable (Fate/Zero, Kara no Kyoukai, Katsugeki: Touken Ranbu), atraiu uma audiência de 3,4 milhões nos primeiros três dias desde sua estreia em 16 de outubro de 2020 e bateu recordes de bilheteria arrecadando mais de 4,62 bilhões de ienes (aproximadamente 245 milhões de reais), disseram os co-distribuidores Aniplex e TOHO.

Embora os cinemas tenham permitido, a partir de meados de maio, reabrir gradualmente os cinemas, as vendas se recuperaram para pouco mais de 30% do nível somente entre julho e agosto, disse o relatório.

Mesmo depois que os cinemas finalmente puderam ocupar todos os lugares em 19 de setembro, os Cinemas Toho e muitos outros cinemas mantiveram seu publico pela metade. Porém, a TOHO abriu a venda de todas as suas cadeiras para os primeiros três dias do filme.

Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha Hen (Kimetsu no Yaiba: Infinity Train) teve a direção de Haruo Sotozaki (Tales of Zestiria the X, Tales of Symphonia the Animation) e design de personagens por Akira Matsushima (Maria Watches Over Us, Tales of Zestiria the X).


Tudo que você precisa saber sobre Demon Slayer / Kimetsu No Yaiba


O “Demon Train Arc” é o 7º arco da história de Kimetsu no Yaiba e vai do capítulo 52 ao 66. Na história, Enmu é encarregado de matar Tanjirou Kamado para ascender a sua posição. Tanjirou, Zenitsu e Inosuke compram ingressos para o Infinity Train à procura de Kyoujourou Rengoku, o pilar da chama.

Rengoku os informa que foi enviado para matar um demônio e que não os pode ajudar na sua procura por informação sobre a dança do Deus do fogo. O grupo, impressionado com as suas habilidades, pede que ele faça seus Tsugoko (sucessores dos pilares) e Rengoku concorda.

Quanto à história do mangá:

Desde a antiguidade, sempre houve rumores de demônios devoradores de homens à espreita na floresta. Isso fez com que os habitantes da cidade não ousassem se aventurar nela à noite, mas a lenda diz que há um caçador de demônios que se dedica a viajar pelos lugares impensáveis para os outros enquanto termina com todo demônio maligno que é. O jovem Tanjiro verá em sua própria carne que a existência de demônios não era apenas rumores…

mangá começou a ser publicado em fevereiro de 2016 pela Shueisha e ganhou uma adaptação anime em abril de 2019 com o mesmo elenco de produção e estúdio de animação do filme anime.

Via: JapanToday

Dani

Dona, redatora e criadora de conteúdo da 'Garotas Que Curtem Animes'. Formada em Pedagogia, entusiasta de animes, apaixonada por coisas fofas e quase tudo da cultura oriental.