Incendiário da Kyoto Animation pode não ser condenado

Kyoto Animation

Apesar das coisas estarem aos poucos melhorando para o estúdio Kyoto Animation, muita investigação ainda esta sendo feita referente ao incêndio criminoso que aconteceu no dia 18 de julho de 2019. O que se espera é que o incendiário Shinji Aoba, de 41 anos, seja condenado e pague pelo seu crime dentro das leis japonesas. Porém, isso talvez não aconteça.

Em novas investigações, a polícia descreveu o incendiário como instável por acreditar realmente que o estúdio “roubou seu trabalho” e descobriu que o suspeito tem uma doença mental.

Kyoto Animation

Essa descoberta fez diversos especialistas legais psiquiátricos avaliarem o problema, dentre eles o advogado Masaru Wakasa, que em entrevista disse que “se descoberto que Aoba estava agindo com menor capacidade mental durante o ataque, há uma chance de que ele não seja considerado culpado, de acordo com o Artigo 39 do Código Penal Japonês.” Outra especialista, a psiquiatra Tamami Katada disse que “Aoba exibia sinais do que poderia ser esquizofrenia ou castrofrenia…” e ainda acrescentou que “tal delírio poderia ter alimentado um complexo de perseguição e alimentado o desejo de vingança violenta, culminando no ataque“.

No entanto, o professor de direito da Universidade Konan, Osamu Watanabe, sustenta que as ações de Aoba são consistentes com alguém que estava bem ciente dos efeitos letais que sua atitude teria. Ele cita a natureza premeditada do ataque, que exigiu a compra e transporte de uma grande quantidade de gasolina, a bolsa com outras ferramentas de destruição, martelos e instrumentos de lâmina que Aoba carregava e também o fato dele ter gritado “Morra!” durante o ataque.

Seria estranho dizer que ele foi mesmo um pouco incapaz de entender suas ações e acredito que há ampla justificativa para ser condenado a pena de morte.

– Osamu Watanabe

Há esperança de que a justiça seja cumprida, e especialistas acreditam que, se condenado, há uma chance maior de Aoba apenas ser preso ao invés de executado, levando em conta seu estado mental.

Via: Soranews / Dailyshincho


Veja também:

Dani

Formada em Pedagogia, 30 anos, apaixonada por animes e quase tudo da cultura oriental. Animes preferidos: Gankutsuou, SakuraCC, SakuraSou e Black Jack.