Primeiro-ministro do Japão mandou fechar todas as escolas devido ao Coronavírus

Coronavírus

O primeiro ministro, Shinzo Abe, solicitou em um anuncio oficial que todas as escolas de ensino fundamental e médio do Japão fechem até o final da primavera (início de abril), por conta da preocupação com a disseminação do novo coronavírus (COVID-19).

Em uma reunião de força-tarefa do governo para combater o vírus, Abe citou a “saúde e segurança das crianças” como a principal prioridade:

Acima de tudo, proteger a saúde das crianças é fundamental e antecipar o risco de um surto em grande escala, pois um grande número de crianças e professores se reúnem por longas horas todos os dias…

primeiro ministro Shinzo Abe
coronavírus
Primeiro Ministro Shinzo Abe

O primeiro ministro também pediu às escolas que tomem as melhores medidas possíveis para prevenir a infecção, como minimizar o número de participantes, se quiserem realizar exames de admissão e cerimônias de graduação nas próximas semanas.

As férias de primavera no Japão normalmente duram cerca de dez dias a partir da terceira semana de março e termina no início de abril. Embora não haja aulas durante o período de férias, os alunos ainda costumam frequentar a escola para atividades do clube e os professores continuam trabalhando na escola também.

Dado que as crianças em idade escolar devem ficar em casa nas próximas semanas, Abe solicitou que agências e empresas governamentais permitissem aos trabalhadores tirar folgas para que pudessem passar mais tempo com suas famílias.

De acordo com o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, as escolas maternais serão excluídas da solicitação de fechamento nacional.

O anúncio de Abe ocorreu depois que várias escolas já haviam decidido encerrar ou reduzir suas atividades.

Na semana passada, o governo da cidade de Osaka disse que fechará temporariamente todas as escolas de ensino fundamental e médio administradas pela cidade e jardins de infância meio ao surto do novo coronavírus (COVID-19).

Realizaremos um desligamento simultâneo para garantir a segurança e impedir a expansão de infecções“, disse o prefeito de Osaka, Ichiro Matsui, em uma reunião com autoridades da cidade.

Durante o fechamento, as escolas irão reunir informações sobre as condições de saúde dos alunos e reportarão ao conselho educacional se encontrarem alguma preocupação.

Via: Kyodo News


Veja também:

Dani

Formada em Pedagogia, 31 anos, apaixonada por animes, coisas fofas e quase tudo da cultura oriental.