Professor de escola japonesa foi preso após forçar aluna a usar coleiras

Professor - coleira

Na tarde de domingo, 17 de novembro de 2019, o professor Koji Ito, de 62 anos, que da aulas e gerencia a escola particular de educação infantil Heisei Shingakkai no bairro de Fujinokidai, em Nara City, estava ensinando uma lição individual a uma aluna (idade não foi divulgada, apenas foi informado se tratar de uma menor de idade). Em um determinado momento da aula, Ito disse: “Que tal colocarmos isso em você?” e pegou 3 coleiras. Ele colocou uma coleira no pescoço da garota e as outras duas em cada um dos tornozelos. Ele então voltou a dar aula normalmente, deixando apenas mãos da garota livres para que ela pudesse fazer anotações e completar as atividades.

Após ter colocado a garota na coleira, ele a proibiu de sair da sala de aula, onde ela permaneceu das 13h às 16h20 antes de ser libertada dos dispositivos de restrição e autorizada a ir para casa.

Apesar disso, a garota não ficou ferida e não está claro se Ito usou força física ou algum tipo de intimidação psicológica para forçar a garota a usar as coleiras.

Somente no dia 20 de novembro, a menina e seus pais notificaram a polícia sobre o que havia acontecido e na terça-feira, Koji Ito foi preso por policiais da delegacia de Nishi da prefeitura de Nara. Ele confirmou as acusações dizendo: “Todas essas são coisas que eu fiz. Não há erro!

A situação foi bastante perturbadora, principalmente porque a escola particular Heisei Shingakkai fornece aulas para estudantes desde o ensino fundamental até o médio, o que significa que pode ter acontecido situações semelhantes com outros alunos ingênuos que acabaram não denunciando as atitudes do professor.

A polícia está atualmente investigando os métodos educacionais e os motivos de Ito para tal atitude. Mas não é preciso ser um detetive profissional para saber que o método de ensino desse professor são bastante perversas.

Via: SoraNews / Livedoor


Veja também:

Dani

Formada em Pedagogia, 31 anos, apaixonada por animes, coisas fofas e quase tudo da cultura oriental.