Quase 70% das garotas japonesas se denominam OTAKU

O laboratório japonês Shibuya 109 realizou uma pesquisa entre mulheres de 15 à 24 anos e descobriu que quase 70% das entrevistadas se consideravam OTAKU.

Baseado em smartphones, foram coletadas 400 respostas e a palavra OTAKU foi denominada pelo laboratório como “um fã que gasta muito tempo ou dinheiro com seu hobby”.

A pesquisa também entrou mais a fundo e perguntou sobre os interesses específicos que fazem elas se considerarem otakus. Sete em cada dez garotas dizem gostar de anime e mangá e mais de 15% gastam mais de 90.000 ienes com seus hobbies.

Entre os interesses específicos, as principais respostas foram:

Anime/Mangá/Vídeo Game – 28,2%

Ídolos/Celebridades japoneses – 24,9%

Bandas/Músicos japoneses – 10,1%

Ídolos/Celebridade masculino estrangeiro – 6,9%

Ídolos/ Celebridades japonesas – 6,5%

Mais abaixo, com menos de 5% das respostas, entravam os dados das garotas que se consideravam otaku em esportes, filmes, parques temáticos e moda.

Na pesquisa, quando perguntado se as garotas gostavam de anime ou mangá, mais da metade respondeu que sim e as respostas detalhadas foram:

Eu gosto muito deles – 35,5%

Eu gosto deles – 34,5%

Sou indiferente – 12%

Eu não gosto muito deles – 11%

Eu não gosto nada deles – 6,8%

Uma outra pergunta feita, foi a de quanto tempo elas dedicavam aos seus hobbies, e 61,4% respondeu “quase todos os dias”, enquanto 3,6% dizem se dedicar apenas uma vez por semana.

Apesar de a palavra OTAKU servir para denominar uma pessoa muito fã de algo, em sua grande maioria, a palavra é ligada ao estigma “geek”. Mas há de se questionar a aplicabilidade do rótulo “otaku”, já que algumas das entrevistadas se consideraram otakus baseadas em seus gastos monetários com seus hobbies.

Entre as entrevistadas, 17,3% disseram gastar, anualmente, menos de 5.000 ienes em seus hobbies otakus, mas essa marca é facilmente ultrapassada considerando a compra, por exemplo, de dois Blu-rays de lançamento. No outro extremo, 4,4% das garotas disseram já terem gasto mais de 150.000 ienes por ano com seus hobbies.

O laboratório Shibuya 109 também fez essa mesma pesquisa em um badalado Shopping Center em Tóquio e obtiveram resultados ligeiramente diferentes. Das 100 entrevistadas lá, 77% das garotas se identificou como OTAKU. E 27,3% gastam 90.000 ienes ou mais por ano com seus hobbies. Porém, seus maiores interesses eram Ídolos/Celebridades do Japão.

Ainda sim, a pesquisa do smartphone mostrou que as jovens japonesas se consideram mais otaku com o comum estereótipo da palavra que direciona aos gostos por anime, mangá e jogos.

Via: PrTimes / SoraNews24

Dani

Formada em Pedagogia, 30 anos, apaixonada por animes e quase tudo da cultura oriental. Animes preferidos: Gankutsuou, SakuraCC, SakuraSou e Black Jack.