10 Animes Antigos que valem muito a pena assistir

10 Animes Antigos que valem muito a pena assistir

Sempre surgem novos animes para agradar a todos os gostos, mas alguns animes clássicos são tão bons e fizeram tanto sucesso antigamente que vale a pena separar um pouquinho do seu tempo entre os animes atuais, para assistir alguns animes antigos. Veja abaixo uma lista com 10 Animes Antigos que valem a pena assistir ou até mesmo reassistir:

Outlaw Star – 1998

O mangá seinen é escrito e ilustrado por Takehiko Itō e sua afiliada Morning Star Studio. A história do anime acontece no universo “Toward Stars Era”, no qual as espaçonaves são capazes de viajar mais rápido que a velocidade da luz . O enredo segue protagonista Gene Starwind e sua tripulação heterogênea de um navio herdado apelidado de Outlaw Star , como eles procuram por um lendário tesouro do espaço exterior chamado de “Linha Laca Galáctica”.


Hokuto no Ken – 1984

Conhecido internacionalmente como Fist of the North Star, é uma série de mangás escrita por Buronson e ilustrada por Tetsuo Hara. O anime é ambientado em um mundo pós-apocalíptico que foi destruído por uma guerra nuclear, a história se concentra em um guerreiro chamado Kenshiro, o sucessor de um estilo de arte marcial mortal conhecido como Hokuto Shinken, o que lhe dá a capacidade de matar a maioria dos adversários através o uso dos pontos vitais secretos do corpo humano, muitas vezes resultando em uma morte excepcionalmente violenta e sangrenta. Kenshiro dedica sua vida a lutar contra quem ameaçam a vida dos fracos e inocentes, bem como artistas marciais rivais, incluindo seus próprios “irmãos” do mesmo clã.


Berserk – 1997

O mangá escrito e ilustrado por Kentaro Miura é ambientado em um mundo de fantasia sombria inspirado na Europa medieval, a história gira em torno do solitário Guts, um ex-mercenário e agora um espadachim amaldiçoado e forçado a vagar sem descanso para sobreviver e buscar vingança, e Griffith, o líder de um bando de mercenários chamado de “Bando do Falcão”. Temas de isolamento, traição, a ilusão do livre-arbítrio, autopreservação e a questão de se a humanidade é fundamentalmente boa ou má permeiam a história, explorando o melhor e o pior lado da natureza humana. Ambos o mangá e o anime são conhecidos pelo o uso de sua violência gráfica e conteúdo sexual.


Yu Yu Hakusho – 1992

O mangá shonen escrito e ilustrado por Yoshihiro Togashi conta a história de Yusuke Urameshi, um delinquente de quatorze anos de idade que é atingido e morto por um carro ao tentar salvar a vida de uma criança. Após realizar alguns testes apresentados a ele por Koenma, o filho do governante do submundo, Yusuke é revivido e é lhe dado o título de “Detetive Sobrenatural”, com o qual deve investigar vários casos envolvendo demônios e fantasmas no mundo humano. A história se torna mais focada em batalhas e torneios de artes marciais à medida que progride. Togashi começou a criar a série Yu Yu Hakusho por volta de novembro de 1990, baseando-a em seu interesse em séries de ocultismo e filmes de terror e sendo influenciado pela mitologia budista.


Rurouni Kenshin (Samurai X) – 1996

O mangá criado pelo artista Nobuhiro Watsuki e posteriormente adaptada em anime é ambientado nos primeiros anos da Era Meiji no Japão. O anime conta a história de Kenshin Himura um pacífico espadachim que prometeu nunca mais matar. Entretanto, seu passado como retalhador a serviço da Ishin Shishi fará o jovem Himura brandir novamente sua espada contra velhos e novos inimigos.


Trigun – 1998

O mangá de Yasuhiro Nightow foi lançada em 1995 e adaptado para série anime em 1998. Conta a história do tufão humanoide Vash o estouro da boiada (Brasil) , bashu za sutanpido (Japão), ou Vash the Stampede (Estados Unidos). Vash é o pistoleiro mais temido de uma terra desértica, com uma recompensa de 60 bilhões de dólares duplos por sua cabeça, e tido como responsável pela destruição completa da Cidade de July. Entretanto Vash é um pacifista ferrenho que evita agressão ao máximo e não admite matar em hipótese alguma.
Independente de gostar de violência ou não, ela o persegue: os lugares visitados por Vash são sempre arrasados por suas intervenções bem-intencionadas ou por pessoas buscando a recompensa. Uma dupla de agentes da companhia de seguros Bernadelli — Meryl Strife e Milly Thompson — o segue tentando minimizar os estragos provocados por sua passagem.


Robotech (Macross) – 1985

É um anime de ficção científica de 85 episódios baseado em três séries de anime sem nenhuma relação entre elas. Lançada pela empresa americana Harmony Gold em 1985, Robotech provavelmente foi a primeira série de anime a despertar o interesse por este tipo de animação no Ocidente, além de ser uma das primeiras a difundir-se em nível mundial. A história é sobre as sucessivas guerras que a humanidade mantém com três raças de extraterrestres durante três gerações pelo controle de uma fonte de energia chamada protocultura. O trabalho de integrar as histórias de três séries que originalmente não tinham nenhuma ralação foi complexo e por um lado permitiu fortalecer a história de cada uma das três séries originais dando-lhe um sabor épico, por outro lado deixou inúmeras inconsistências e perguntas a responder.
Existe também uma uma série anime de Robotech escrita durante a década de 80 por Jack McKinney que conta mais detalhes da história e vincula melhor as três gerações, além de relatar histórias que transcorrem entre as três distintas séries e que não existiam no material original. Muitos fãs de Robotech criticam o desenrolar dessa história dizendo haver discrepâncias com a série original, inconsistências e uma inclinação ao misticismo irrelevante para o final da saga.


Urusei Yatsura – 1981

Também conhecido como Turma do Barulho no Brasil, o anime conta a história do jovem mais azarado e lascivo vivo, Ataru Moroboshi. Quando aliens decidem invadir a Terra, Ataru é selecionado para defender seu planeta em um jogo dos esportes nacionais alienígenas, pega-pega. Se ele ganhar, o mundo será salvo, no entanto, Ataru é motivado por razões muito menos nobres, pois quem irá jogar contra ele é a curvilínea princesa alienígena, Lum.


Mobile Suit Gundam – 1980

Conhecida também por Gundam 0079, é uma série de anime, do gênero mecha, escrita e dirigida por Yoshiyuki Tomino e foi feita em 43 episódios que foram exibidos em 1980.
A história apresenta vários elementos clássicos da ficção-científica – guerras espaciais, universo cientificamente avançado – mas inova por sua vontade de realismo, também através da narração, através dos elementos tecnológicos. Os robôs gigantes, essência do gênero mecha, são, portanto, pela primeira vez reduzidos ao grau de armas de uso militar. Essa ideia inovadora, que reflete a abertura do público tradicional de séries animadas para adultos, dá origem a um sub-gênero da ficção científica japonesa chamado “robô real”.
Resumindo, o anime é uma história de ficção científica dotada de universo próprio, bem concebido e elaborado minuciosamente por seus criadores.


Suramu Danku (Slam Dunk) – 1993

O mangá escrito e ilustrado por Takehiko Inoue conta a história de um time de basquete da escola secundária japonesa Shōhoku. Um adolescente rebelde, Hanamichi Sakuragi, um garoto que mete medo em seus colegas de escola e que não consegue conquistar nenhuma menina. Sakuragi se apaixona por Haruko, que é apaixonada por basquete. Para impressioná-la ele começa a jogar e rapidamente desenvolve uma enorme paixão pelo jogo. Apesar de ser alto e forte, Sakuragi não sabe jogar e seus colegas de times tentam convencê-lo a treinar forte antes de tentar jogadas mirabolantes em frente à torcida. Ele rapidamente entra em conflito com o capitão do time, que é o irmão mais velho de sua amada e começa uma competição com Rukawa, o mais promissor jogador do time que é tudo o que Sakuragi queria ser: disciplinado, habilidoso, carismático e principalmente, dono do coração de Haruko.


Veja também:

Dani

Formada em Pedagogia, 30 anos, apaixonada por animes e quase tudo da cultura oriental. Animes preferidos: Gankutsuou, SakuraCC, SakuraSou e Black Jack.