Mais de 80% das garotas japonesas identificam-se como OTAKU

Otaku Girl GQCA

Em uma pesquisa promovida pelo app Rakuma foi revelado que a maioria das garotas japonesas se consideram OTAKU. Participaram da pesquisa 1.230 garotas com idade entre 15 e 18 anos e os resultados revelaram que 83% das entrevistadas identificam-se como OTAKU.

A pesquisa foi realizada através da internet nos dias 17 e 18 de abril de 2019 e além das garotas japonesas terem se identificado como otaku, a grande maioria acredita que ser “otaku” é algo positivo. 13,5% acreditam que os otakus devem ser valorizados, 67,9% acreditam que “é uma coisa boa que os otakus tenham algo de que gostem e que sejam apaixonados”, 14,6% responderam que não tiveram uma impressão particularmente ruim, 3,2% acreditam que os otakus são minoria por ter interesses especiais e apenas 0,8% acreditam que o otaku deve ser desprezado.

É importante destacar que, das 1.028 garotas japonesas entrevistadas que se identificaram como otaku, apenas 13,9% se considera otaku por causa de “anime” ou “dublador”. 74,1% identificam-se como otaku por causa de ídolos ou artistas musicais, com a maioria sendo fãs de artistas japoneses contratados ou K- Pop. Os atores de anime e voz foram a segunda opção mais popular no gráfico, já os jogos para celular e consoles domésticos ficou com apenas 2,3% e Youtubers e cantores em torno de 1% cada. 6% dos entrevistados escolheram a opção “outros”.

Os resultados desta pesquisa parecem indicar que, pelo menos entre a geração mais jovem, a palavra “otaku” assumiu um significado amplo, muito parecido com a palavra inglesa “geek”. E não há problema em ser um otaku se a maioria das pessoas tem algo que eles são propensos a descobrir.

Fonte: PR Times / AnimeNewsNetwork

Dani

Formada em Pedagogia, 30 anos, apaixonada por animes e quase tudo da cultura oriental. Animes preferidos: Gankutsuou, SakuraCC, SakuraSou e Black Jack.